A Maldição – Joseph Delaney #161

A_MALDICAO_1368061268BTítulo: A Maldição

Autor: Joseph Delaney

Série: As Aventuras do Caça-Feitiço

Volume: 2

Ano: 2009

Páginas: 288

Editora: Bertrand Brasil

Sinopse:Depois do sucesso O aprendiz, mais uma aventura de arrepiar!
Thomas Ward (Tom) é um menino de treze anos, o sétimo filho de um sétimo filho, e por isso sua mãe, que tem misteriosos poderes, insiste para que o filho se torne aprendiz de um caça-feitiço com o objetivo de ajudar a humanidade e protegê-la dos seres malignos.

O Caça-feitiço e seu aprendiz se preparam para a maior batalha de suas vidas e seguem numa missão para um combate infernal. Desta vez, o inimigo é O Flagelo, uma criatura diabólica que se esconde no fundo das catacumbas da catedral. Todo o Condado corre o risco de ser corrompido por seus sinistros poderes. Depois de muitas aventuras e percalços pelo caminho, Tom cresceu e conseguiu surpreender ao capturar uma malvada criatura que tinha aterrorizado o mundo inteiro.
Mas surgem terríveis surpresas, e Tom e seu mestre descobrem que O Flagelo não é seu único inimigo e o desafio que os espera é bem maior. Como vão conseguir sobreviver a este horror?
A maldição é o segundo livro da série As aventuras do Caça-feitiço, que reúne livros para quem está em busca de magia, mistério e fantasia na literatura. Neste volume, o mestre de aventuras Joseph Delaney narra tudo isso e mais outros segredos perigosamente assustadores.
A Warner Bros. comprou os direitos da série para o cinema. O mesmo estúdio que produziu as filmagens de Harry Potter será usado nas gravações da obra de Delaney.

Hey! Li e adorei.
Tom viaja com seu mestre e com quem ele se depara? Alice! (shipo muito!) Nesse livro Tom já é colocado a prova pois ele precisa salvar o mago e Alice da morte certa.
Aqui notamos que ele está mais maduro e inteligente. Mas mesmo assim não entende algumas das lições de seu mestre, como quando o mago faz pouco caso dele ser sete vezes sete.
Loucura atrás de loucura, achei esse livro recheado de surpresas e sustos, muito bem descrito e muito criativo. Joseph é um excelente autor.
~~~~SPOILER~~~~
Eu achei que o livro começou um pouquinho parado, daí quando ele resolveu aquela criatura lá, comecei a me perguntar o que mais ia rolar. Até que leio sobre o Destruidor e fico CHOCADA.
E quando Alice foi para o mal?? Nossa, eu não consegui acreditar, como agora que eles vão poder ficar juntos??Aliás, eles não vão se beijar nunca?? Poxa vida!!

 

Biblioteca de Almas – Ransom Riggs #160

BIBLIOTECA_DE_ALMAS_1468528736596982SK1468528736BLivro: Biblioteca de Almas

Autor: Ransom Riggs

Trilogia: O Lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares

Volume: 3

Ano: 2016

Páginas: 416

Editora: Intrínseca

Sinopse: Biblioteca de Almas é o último volume da celebrada trilogia iniciada com O lar da srta. Peregrine para crianças peculiares. Neste terceiro livro, depois de sofrer com a morte do avô, conhecer crianças com habilidades peculiares em uma fenda temporal e partir pelo mar em uma busca desesperada para curar a srta. Peregrine, Jacob vai finalmente enfrentar a inevitável conclusão dessa turbulenta jornada.
Jacob descobre uma poderosa habilidade e não demora a explorá-la para resgatar os amigos peculiares e as ymbrynes da fortaleza dos acólitos. Junto com ele vai Emma Bloom, uma menina capaz de produzir fogo com as mãos, e Addison MacHenry, um cão com faro especial para encontrar crianças perdidas.
Partindo da Londres dos dias atuais, o grupo vai percorrer as ruelas labirínticas do chamado Recanto do Demônio, uma complexa fenda temporal que abriga todo tipo de vícios e perversões. É ali que o destino de peculiares de toda parte será decidido de uma vez por todas. Tal como os volumes anteriores da série, Biblioteca de Almas une fantasia, aventura e sombrias fotografias de época para criar uma experiência de leitura única.

Ultimo livro da trilogia ~O Lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares~ me surpreendeu MUITO.
Primeiramente o autor começa o livro no momento em que o anterior acabou, deixando as minhas dúvidas muito bem explicadas. Na sequência, os jovens protagonistas passam por TANTAS aventuras surreais, que cada vez mais o leitor se aprofunda na história e aprende mais sobre o mundo peculiar, o que eu amei.
Quando eles finalmente descobrem o que fazer, passam por MUITAS provações, muitas descobertas, muitos inimigos, e o novo “poder” de Jacob é surpreendente.
Bem, eu achei o autor com uma excelente narrativa, em primeira pessoa inclusive. O autor não dá uma bola a fora, TUDO é muito bem explicado, em momento nenhum ele dá algum furo, não esquecendo de explicar nada e nem esquecendo de contar o que aconteceu com alguém.
Também é surpreendente no quesito aventura, Jake e Emma passam por muita coisa, e várias vezes quando eu achei que teria um final feliz na próxima página houve reviravoltas.
As imagens auxiliam muito a nossa imaginação a criar as cenas na nossa cabeça, o que além de incrível é muito divertido se deparar com fotos super diferentes.
A inclusão de uma droga na história também achei muito interessante, a ambro.
O final da história foi muito MUITO amor ❤
Eu sei que é uma trilogia, mas não posso deixar de torcer pra ler mais sobre peculiares!
A diagramação é excelente! Minha edição é a de capa dura com capa falsa, MARAVILHOSA.
~~~~SPOILER~~~~
Várias vezes achei que Jake ia morrer, ou que ele tinha virado mesmo um Etéreo quando foi mordido por um, eu quase enlouqueci, reli a página para ver se eu tinha entendido direito.
E quando ele levou um tiro??? Tive certeza que era o fim, eu tinha esquecido completamente do cachecol!!!
E a Fiona?? Ai, meu coração ficou partido </3
Eu fiquei MUITO BRAVA com os pais do Jacob, super incompreensíveis!!! Fiquei muito chateada com eles!!!
E eu amei quando Emma disse que tinha recebido sua “carta elétrica” eu ri muito!! Que final sensacional!
Vou sentir saudades ❤

O Leopardo – Giuseppe Tomasi di Lampedusa #159 {TAG Experiências Literárias}

O_LEOPARDO_1494530646678532SK1494530647BTítulo: O Leopardo

Autor: Giuseppe Tomasi di Lampedusa

Ano: 2017 (nova publicação)

Páginas: 384

Editora: Companhia das Letras para TAG Experiências Literárias

Sinopse: “Romance histórico situado na segunda metade do século XIX, “O Leopardo” conta a fascinante história de uma aristocracia siciliana decadente e moribunda, ameaçada pela aproximação da revolução e da democracia. O enredo dramático e a riqueza dos comentários, o contínuo entrelaçar de mundos públicos e privados e, sobretudo, a compreensão da fragilidade humana impregnam “O Leopardo” de uma particular beleza melancólica e de um raro poder lírico, fazendo dele uma das obras-primas da literatura.”

“Texto de beleza sutil e melancólica elegância. A leitura é reflexiva e com toques de melancolia, sem deixar de ser fluida. A trama e acontecimentos do livro importam pouco: não se trata de um texto sobre a aristocracia da Sicília, mas sobre a natureza humana e a inexorável ação do tempo sobre as estruturas políticas, sociedade, e de forma mais importante, sobre o indivíduo.” Moacir A. Ponti (Esse cara escreveu isso no Skoob e achei que ele expressou muito bem o que eu achei)

Assim que comecei a ler a primeira parte(livro separado por partes) fiquei com medo de ser uma historia muito difícil de ler por conta da linguagem. Mas quando eu virei a primeira página já estava me acostumando, não é tão diferente assim na minha opinião.
A narrativa é sensacional, além disso há monólogos muito interessantes. Fabrizio, o protagonista, que é príncipe, é muito inteligente, gostei muito de seus devaneios. Li várias passagens muito interessantes.
—-SPOILER—-
Tancredi, sobrinho do príncipe, e seu protegido, chama atenção, shipei ele com Concetta, mas ele quer Angélica ):.
No início eu gostava da história, mas quando foi indo para o final, ficou muito melhor. As partes pulando cerca de 20 anos, iam contando o que havia acontecido com alguns personagens e até o protagonista.
Eu amei da quinta parte para a oitava. Sensacional ❤
:*

 

Cidade dos Ossos – Cassandra Clare #158

cidade dos ossosTítulo: Cidade dos Ossos

Série: Instrumentos Mortais

Volume: 1

Autora: Cassandra Clare

Ano: 2010

Páginas: 476

Editora: Galera Record

Sinopse: Um mundo oculto está prestes a ser revelado… Quando Clary decide ir a Nova York se divertir numa discoteca, nunca poderia imaginar que testemunharia um assassinato – muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer… Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

A Primeira coisa que me chamou a atenção nesse livro é que ele é em terceira pessoa, e eu tenho mais facilidade e amo livros em primeira pessoa, amo mesmo!! Mas esse livro mesmo sendo em terceira pessoa me chamou muito a atenção. O enredo é muito bom, a fantasia em que o livro é narrado é muito diferente de tudo que eu li, e me surpreende a cada capítulo. Logo nos primeiros capítulos já decidi que leria a série toda. 😀
Apesar de não ser um livro pequeno, é um livro leve, a história flui, e quando você vê, já leu várias páginas, além disso, parar de ler parece impossível. XD
Um ponto negativo é que alguns acontecimentos me deixa perdida, como em uma briga, os golpes, eu fico um pouco sem entender como chegou naquele ponto, por exemplo.
—- SPOILERS —-
Desculpem mas não shipo a Clary com o Simon, e sim com o Jace.
Mas o desenrolar final desse livro quase me matou!! Primeiro a história do Luke que eu não superei ainda. Segundo, Valentim bom? Er. E pior, o Jace ser irmão da Clary??? Isso eu não superei MESMO!!!
Em julho pretendo ler a sequência. XD
Beijos:*

A Espada do Verão – Rick Riordan #157

A_ESPADA_DO_VERAO_1440200425415670SK1440200425BTítulo: A Espada do Verão

Trilogia: Magnus Chase e Os Deuses de Asgard

Autor: Rick Riordan

Ano: 2015

Páginas: 448

Editora: Intrínseca

Sinopse: Às vezes é necessário morrer para começar uma nova vida…

A vida de Magnus Chase nunca foi fácil. Desde a morte da mãe em um acidente misterioso, ele tem vivido nas ruas de Boston, lutando para sobreviver e ficar fora das vistas de policiais e assistentes sociais. Até que um dia ele reencontra tio Randolph – um homem que ele mal conhece e de quem a mãe o mandara manter distância. Randolph é perigoso, mas revela um segredo improvável: Magnus é filho de um deus nórdico.

As lendas vikings são reais. Os deuses de Asgard estão se preparando para a guerra. Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarök, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo Magnus deve ir em uma importante jornada até encontrar uma poderosa arma perdida há mais de mil anos. A espada do verão é o primeiro livro de Magnus Chase e os deuses de Asgard, a nova trilogia de Rick Riordan, agora sobre mitologia nórdica.

Logo no início da leitura percebe-se a típica escrita do autor, leve, fluída, bem juvenil. Apesar da escrita de Rick ser no mesmo estilo que os outros livros (que eu amo de paixão) o protagonista é completamente diferente, mais cara de pau, mais “hardcore” se é que vocês me entendem. Não é um livro pequeno, mas muito rápido e fácil de ler!

Aqui vai os pequenos spoilers para quem adora:

Cara, logo no início você fica chocado porque  o Magnus é um mendigo, nunca li nenhum livro do ponto de vista de um mendigo, achei bem interessante. Em seguida o cara morre e você fica tipo: Oi? Tá mas como assim ele morreu?? Morreu mesmo?? Eita. Como pode haver uma trilogia em que o protagonista morre no início do primeiro livro? Mas ok, a gente supera e continua a leitura.

A Samirah é uma personagem completamente diferente das que já vi nos livros do Tio Rick. Em questão do casamento antiquado e tudo mais. Além disso eu shipei ela tanto com o Magnus e eles não tem nenhuma chance de ser um casal. ):

Outra coisa que me deixou meio chocada foi a morte da Gunilla no final, achei esse livro mais maduro que as outras séries do autor, por conta das mortes e da maneira como ela é mencionada.

Espero que leiam e amem! Eu amei! Beijos :*

Circo Mecânico Tressaulti – Genevieve Valentine #abandonei

Oi, então, eu já abandonei alguns livros na minha vida XD, quando eu criei esse espaço, foi para escrever sobre cada livro lido na minha humilde sobrevivência, quando criei já tinha lido uns 120. Eu fui fazendo posts dos livros lidos sem muitos detalhes porque eu não me lembrava de como me senti em relação a leitura de cada um deles, mas a partir do momento que estava escrevendo sobre os livros que estava lendo atualmente, detalhei como foi a experiência e tudo mais.
O #número que vocês veem no título dos posts, é a contagem dos livros lidos na minha vida.
Eu pensei em não postar quando eu abandonasse algum livro, mas achei importante escrever a minha experiência, mesmo que negativa. É o que vim aqui fazer hoje, por isso o #abandonei.
O_CIRCO_MECANICO_TRESAULTI_1453232542333339SK1453232542B
Título: Circo Mecânico Tressaulti
Autora: Genevieve Valentine
Ano: 2016
Páginas: 320
Editora: Darkside Books
Sinopse: Respeitável público, o Circo voltou!
Num mundo pós-apocalíptico, onde as pessoas não tem mais acesso à tecnologias de ponta, uma caravana circense leva esperança por onde passa. Os artistas são sobreviventes de guerra, que tiveram seus corpos mutilados reconstruídos com complexas estruturas mecânicas.
Gente,  eu comprei esse livro por ser lindo e por ter adorado a sinopse, mas a verdade é que não gosto de circos então Oi? pois é.
É um livro distópico, que eu particularmente ADORO. Mas eu achei a narrativa desse livro EXTREMAMENTE confusa, SENHOR!!!
Eu lia e ficava: Quem está narrando?? Ah é você, quem é você mesmo?? Isso quando eu descobri o narrador personagem em questão, e daí, quando eu já tava na página 90, descobri que rolava outros narradores e eu estava o tempo todo achando que era só um, de tão confusa que é a narrativa.
O enredo é completamente confuso, o circo foge do governo e eu não entendi porque, ouvi dizer que isso não fica explicado nem mesmo no final.
Honestamente, o livro pode ser excelente, mas não é pra mim não, não nessa fase da minha vida pelo menos. Desculpa se magoei alguém, ou se desanimei quem iria ler. Nem tudo são flores XD.
Beijos!!

Veneno – Sarah Pinborough #156

VENENO_1375991141BTítulo: Veneno

Autora: Sarah Pinborough

Saga: Encantadas | Volume: 1

Ano: 2013

Páginas: 224

Editora: Única

Sinopse: Veneno é o primeiro livro da trilogia Encantadas, e já é um best-seller inglês. Sarah Pinborough coloca os contos de fadas de ponta-cabeça e narra histórias surpreendentes que a Disney jamais ousaria contar. Com um realismo cínico e cenas fortes, o leitor será levado a questionar, finalmente, quem são os mocinhos e quem são os vilões dos livros de fantasia!

Esse livro me surpreendeu de muitas maneiras. Primeiramente é narrado em terceira pessoa, então, na maior parte do tempo o leitor fica alheio a muita coisa (ponto negativo para mim). A história começa bem fiel a que conheço de quando criança (ponto positivo), mas com muitos detalhes bem mais adultos. Confesso que não esperava cenas de sexo e isso me surpreendeu negativamente (apesar de ser insinuado pela capa sedutora).

Do meio para o final a história ficou muito mais envolvente e chamou muito mais a minha atenção. Muitos acontecimentos inesperados me deixaram muito surpresa (positivamente) e eu AMEI isso. Porém algo que me deixou angustiada é que, eu conheci bem o sentimento da rainha má, do caçador, dos anões e do príncipe, mas de Branca de Neve não, conheci muito pouco dela, ela se manteve uma personagem misteriosa e cada coisinha que descobria sobre ela dava a impressão de que seria uma mentira (#chateada).  O final me deixou CHOCADA, amei, surreal!!!

Mas foi uma leitura bacana, estava até pensando em dar uma chance para o volume 2 da saga, mas, no final do livro 1 tem o primeiro capítulo do segundo livro e eu não gostei, a narrativa não me agradou e não entendi nada.

Até a próxima leitura.

A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón #155

A_SOMBRA_DO_VENTO_1251595760BTítulo: A Sombra do Vento

Autor: Carlos Ruiz Zafón

Ano: 2007

Páginas: 399

Editora: Suma das Letras

Sinopse: Numa madrugada de 1945, em Barcelona, Daniel Sempere é levado por seu pai a um misterioso lugar no coração do centro histórico: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Lá, o menino encontra A Sombra do Vento, livro maldito que mudará o rumo de sua vida e o arrastará para um labirinto de aventuras repleto de segredos e intrigas enterrados na alma obscura da cidade, A busca por pistas do desaparecido autor do livro que o fascina transformará Daniel em um homem ao iniciá-lo no mundo do amor, do sexo e da literatura.
Numa narrativa de ritmo eletrizante que mistura gêneros como o romance de aventuras de Alexandre Dumas, a novela gótica de Edgar Allan Poe e os folhetins amorosos de Victor Hugo, Carlos Ruiz Zafón mantém o leitor em estado de contínuo suspense. Ambientada na Espanha franquista da primeira metade do século XX, entre os últimos raios de luz do modernismo e as trevas do pós-guerra, A Sombra do Vento é uma obra sedutora, comovente e impossível de largar. Uma grandiosa homenagem ao poder místico dos livros.

Esse livro é totalmente diferente de tudo que li até hoje. Me lembrou um pouquinho *O Encontro Marcado – Fernando Sabino*.
Daniel é uma criança inteligente e apaixonada. Eu shipei muito ele com Clara. Então ele cresceu. E tanta coisa foi acontecendo, Fermin apareceu, Julian foi sendo descoberto aos poucos..
Esse livro é um prato cheio para quem gosta de mistério. A cada página acontecia coisas mais surpreendentes e aos poucos íamos entendo o que estava acontecendo. Mas de repente acontecia uma reviravolta e descobríamos que não era nada daquilo que havíamos imaginado.
As descobertas, ah, sensacional!! As últimas cem páginas foram as minhas preferidas de todo o livro. ❤ O final foi muito bom!!
O autor é excelente, a história é excelente, acredito que foi o único livro que li que se passava na Espanha, o que deu um charme para a história. O que aconteceu de não positivo foi que eu não me identifiquei com nenhum personagem, o que não deixa o livro tão íntimo da gente. Mas como quis conhecer o Cemitério dos Livros Esquecidos <3.

A História do Mundo Para Quem Tem Pressa – Emma Marriott #154

A_HISTORIA_DO_MUNDO_PARA_QUEM_TEM_PRESSA_1409580614B

Título: A História do Mundo Para Quem Tem Pressa

Autora: Emma Marriott

Ano: 2015

Páginas: 200

Editora: Valentina

Sinopse: É um guia conciso e abrangente, ilustrado por mapas, para tudo o que necessitamos saber sobre os acontecimentos mais importantes da história, desde as antigas civilizações (Suméria, Suméria e Babilônia, por exemplo) até o final da Segunda Guerra Mundial. Esteja o leitor interessado no império de Alexandre, o Grande ou no florescimento da república cartaginesa e sua destruição por Roma na ascensão dos califados árabes ou na dinastia Tang, da China, na Guerra Civil norte-americana ou nos povos maia, inca e asteca, encontrará os fatos essenciais nesta obra igualmente essencial.

A ideia desse livro é excelente, mas preferia que ele tivesse 300 páginas e fosse um pouco menos resumido. XD

É notável como a autora detalha algumas coisas e outras passam completamente despercebidas. Como a história dos EUA é mais bem contada do que de qualquer outro país.

Mas, aprendi MUITA coisa com essa leitura.

Uma ótima obra.

Diário de Uma Princesa Improvável – Meg Cabot #153

DIARIO_DE_UMA_PRINCESA_IMPROVA_1469199647598722SK1469199647BTítulo: Diário de Uma Princesa Improvável

Autora: Meg Cabot

Volume: 1

Ano: 2016

Páginas: 208

Editora: Galera Junior

Sinopse: A série que encantou milhões de adolescentes ao redor do mundo continua por meio dos diários de Olivia, a irmã da Princesa Mia.

Olivia Grace Clarisse Mignonette Harrison é completamente normal. A única coisa que não é normal nela é seu nome (muito comprido e meio principesco), sua habilidade para desenhar animais (algo muito útil para sua futura carreira como ilustradora da vida selvagem) e o fato de ser quase órfã, pois não conhece o pai e depois que a mãe faleceu se vê forçada a viver com a tia e o tio (que quase a tratam como se ela fosse da família). Até que num dia que tinha tudo para ser como os outros — totalmente normal — as coisas parecem sair do controle: a menina mais popular da escola ameaça bater em Olivia, o diretor ameaça lhe tirar um ponto e… uma limusine com a princesa da Genovia, Mia Thermopolis, surge do nada. A menina na verdade é uma princesa, meia-irmã de Mia, e finalmente poderá conhecer o pai, a avó, a Genovia, para então perceber que todos somos mais especiais que pensamos.

Vamos começar do comecinho, quando descobri esse livro, tinha acabado de finalizar a leitura da série O Diário da Princesa, tinha começado a ler A Seleção, mas estava com saudades da Mia, ela é uma daquelas personagens ÚNICAS. Descobri essa série sequência por meio de um blog literário e fiquei MUITO empolgada e coloquei na minha meta de leitura.

Então, semana passada resolvi adquirir o e-book, comecei a ler aos poucos, no caminho do trabalho, mas esse livro é mais um daqueles super leves que você lê muito em pouco tempo sabem??

A história começa exatamente no dia em que a Mia vai buscar a Olivia na escola (esse momento é retratado pela Mia no seu diário então eu já conhecia do ponto de vista dela) Mas o ponto de vista de Olivia é bem diferente, pois ela começa na escola, sendo ameaçada pela colega, então ela tem aula, até que aquele momento que a Mia vê começa.

Eu amei a história começar nesse momento, e Olivia é uma criança muito adorável, a maneira inocente dela de retratar as coisas é muito delicada. Tudo é muito bem explicado e quem não leu O Diário da Princesa não fica perdido.

O livro é bem curtinho e presencia uns 4 ou 5 dias apenas. A narrativa da Meg Cabot é excelente, muito leve e fluida, não vejo a hora de ler a sequência.

HAVERÁ SPOILER

Eu achei tão fofinho no final quando Olivia está em seu quarto no castelo, e ela fala das laranjas, da piscina, esse livro só mostrou outro ponto de vista do que presenciamos no diário da Mia, então PRECISO ler o próximo!