A Sombra do Vento – Carlos Ruiz Zafón #155

A_SOMBRA_DO_VENTO_1251595760BTítulo: A Sombra do Vento

Autor: Carlos Ruiz Zafón

Ano: 2007

Páginas: 399

Editora: Suma das Letras

Sinopse: Numa madrugada de 1945, em Barcelona, Daniel Sempere é levado por seu pai a um misterioso lugar no coração do centro histórico: o Cemitério dos Livros Esquecidos. Lá, o menino encontra A Sombra do Vento, livro maldito que mudará o rumo de sua vida e o arrastará para um labirinto de aventuras repleto de segredos e intrigas enterrados na alma obscura da cidade, A busca por pistas do desaparecido autor do livro que o fascina transformará Daniel em um homem ao iniciá-lo no mundo do amor, do sexo e da literatura.
Numa narrativa de ritmo eletrizante que mistura gêneros como o romance de aventuras de Alexandre Dumas, a novela gótica de Edgar Allan Poe e os folhetins amorosos de Victor Hugo, Carlos Ruiz Zafón mantém o leitor em estado de contínuo suspense. Ambientada na Espanha franquista da primeira metade do século XX, entre os últimos raios de luz do modernismo e as trevas do pós-guerra, A Sombra do Vento é uma obra sedutora, comovente e impossível de largar. Uma grandiosa homenagem ao poder místico dos livros.

Esse livro é totalmente diferente de tudo que li até hoje. Me lembrou um pouquinho *O Encontro Marcado – Fernando Sabino*.
Daniel é uma criança inteligente e apaixonada. Eu shipei muito ele com Clara. Então ele cresceu. E tanta coisa foi acontecendo, Fermin apareceu, Julian foi sendo descoberto aos poucos..
Esse livro é um prato cheio para quem gosta de mistério. A cada página acontecia coisas mais surpreendentes e aos poucos íamos entendo o que estava acontecendo. Mas de repente acontecia uma reviravolta e descobríamos que não era nada daquilo que havíamos imaginado.
As descobertas, ah, sensacional!! As últimas cem páginas foram as minhas preferidas de todo o livro. ❤ O final foi muito bom!!
O autor é excelente, a história é excelente, acredito que foi o único livro que li que se passava na Espanha, o que deu um charme para a história. O que aconteceu de não positivo foi que eu não me identifiquei com nenhum personagem, o que não deixa o livro tão íntimo da gente. Mas como quis conhecer o Cemitério dos Livros Esquecidos <3.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s